Maior público foi registrado na linha Rodoviária-Ponta Negra com 90.223 passageiros - Foto: Clarildo Menezes

EPT transporta mais de 175 mil passageiros de linhas da Costa Leste

Quase dois meses depois que a Empresa Pública de Transportes (EPT) assumiu em caráter emergencial as linhas de ônibus antes operadas pela Viação Costa Leste, que paralisou suas atividades no dia 13 de abril, a autarquia municipal apresenta os primeiros números desde o início das operações nos nove itinerários. No total, foram transportados 175.970 passageiros, sendo o maior público registrado na linha Rodoviária-Ponta Negra, com 90.223 pessoas. A novidade são os trajetos que estavam sem operação pela empresa havia alguns anos e foram reativados, ligando o Centro aos bairros do Caju e Gamboa e também ao Caxito e Retiro, que atenderam a 18.049 moradores.

De acordo com a EPT, os horários de passagem dos ônibus pelos bairros estão sendo ajustados gradativamente com o retorno às linhas de sete coletivos que estavam atendendo à Secretaria de Educação de Maricá, que precisou de auxílio no transporte dos alunos da rede por motivos de manutenção da frota própria. A empresa informou ainda que está em processo de licitação de novos veículos para reforçar as linhas.

Desde o início das operações em dezembro de 2014, o número de passageiros transportados pelos ônibus vermelhinhos da EPT ultrapassou a marca de 2 milhões, mas as linhas foram suspensas pela Justiça duas vezes. No dia 15 de abril, no entanto, a empresa se viu obrigada a assumir as linhas que eram operadas pela Costa Leste, após a paralisação de suas atividades e as constantes quebras de seus coletivos, que deixaram seus usuários sem transporte. Atualmente, a linha que serve a Ponta Negra é a única que circula 24 horas por dia. A EPT afirmou, porém, que estuda a ampliação dos horários de outros trajetos.